Hoje, dia 2 de outubro, foi noticiado na coluna de Ancelmo Gois, no jornal O Globo, que cirurgiões-dentistas não poderiam aplicar botox, conforme Lei Federal 12.842 / 2013. No entanto, sabemos que isso não é verdade, uma vez que a Lei 5.081/66 estabelece, como princípio, a prerrogativa de todo cirurgião-dentista “praticar todos os atos pertinentes a Odontologia, decorrentes de conhecimentos adquiridos em curso regular ou em cursos de pós-graduação”, tanto quanto “prescrever e aplicar especialidades farmacêuticas de uso interno e externo, indicadas em Odontologia”. Percebe-se pois, que não há qualquer óbice legal a que o cirurgião-dentista, no exercício do seu mister, lance mão da Toxina Botulínica, do Ácido Hialurônico ou qualquer outra substância farmacológica de uso interno ou externo no âmbito da Odontologia.

Entramos em contato com a coluna solicitando que a nota fosse retificada, e nos colocamos à disposição da imprensa para maiores esclarecimentos.