Os Conselhos Regionais de Odontologia, com o apoio do Federal estão divulgando a pesquisa que dará subsídios  ao 5º levantamento epidemiológico  em saúde bucal, “SB Brasil 2020”, realizado pelo Ministério da Saúde, a cada dez anos.

A participação popular garantirá o aprimoramento das políticas públicas em saúde bucal, através de consulta pública que vai recolher sugestões até o dia 17 de janeiro.  Os dados servirão para o planejamento de políticas e programas de promoção, prevenção e assistência em saúde bucal, nas esferas nacional, estaduais e municipais.

O SB Brasil tem como objetivo identificar as doenças mais prevalentes como cárie dentária, doenças periodontais, necessidade de próteses dentárias, condições da oclusão, traumatismo dentário e impacto das condições de saúde bucal na qualidade de vida, entre outros aspectos. A pesquisa será validada por meio de exames bucais realizados nos domicílios, com aplicação de questionário para avaliar a prevalência e os principais agravos bucais, assim como fatores relacionados à situação socioeconômica, acesso a serviços odontológicos e percepção de saúde.

A expectativa é que aproximadamente 30 mil brasileiros sejam examinados. A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) foi eleita como instituição executora do levantamento epidemiológico, articulada à Coordenação Geral de Saúde bucal da Secretaria de Atenção Primária à Saúde (CGSB/Saps).

Além disso, a 5ª edição do SB Brasil prevê alcançar cidadãos de capitais de todos os estados, no Distrito Federal e em cinco municípios do interior das regiões do Brasil, qualificando assim, o programa Brasil Sorridente: verificar tendências, planejar e avaliar os serviços de saúde bucal

Saiba mais e Participe do SB Brasil 2020: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfio9xL-2nWBLT1qc11F5_ZBLRhm5nuqPCDIiyyCHvdgH9N1g/viewform