O Conselho Federal de Odontologia (CFO) solicitou, via ofício, ao Ministro da Economia, Paulo Guedes, medidas de natureza econômica aos profissionais liberais da Odontologia e as empresas do segmento Odontológico para redução de impactos aos profissionais da Odontologia na rede privada causados pelo Coronavírus no Brasil.

O CFO compreende as limitações de ordem orçamentária e financeira da gestão fiscal nacional, impostas ao Governo Federal. No entanto, desde que a pandemia mundial do Coronavírus ganhou novas proporções, muitos profissionais da Odontologia em todo o país manifestaram preocupação acerca dos seus rendimentos, considerando a necessidade de suspensão dos atendimentos odontológicos eletivos para conter a proliferação do vírus.

Para visualizar o ofício, clique AQUI.